Não sei se teria sido presidente sem o voto eletrônico, diz Lula

32

O ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deu uma entrevista à radio Aparecida na última quarta-feira (11). Lula falou sobre a PEC do voto impresso.

“Sou favorável ao voto eletrônico porque não sei se não fosse isso eu teria um dia sido presidente da República nesse país”, afirmou.

Lula voltou a fazer críticas à defesa de Bolsonaro ao voto impresso. Para o ex-presidente, a pauta pretendia “tentar trazer de volta o tempo dos dinossauros”.

“O próprio presidente Bolsonaro e sua família sempre foram eleitos pelo voto eletrônico e nunca reclamaram. A única eleição que houve fraude foi a dele porque foi mentirosa com base em milhões e milhões de fake news”, disse Lula.

Lula disse ainda que o Congresso Nacional acertou ao não prosseguir com a proposta do voto impresso.

O petista afirmou que a quantidade de parlamentares a favor da PEC reflete o retrato do forte conservadorismo no Parlamento.

“Nós temos possivelmente o Congresso mais conservador desde a proclamação da República. Um Congresso que tem muitos militares, muito ex-sargento, ex-cabo, ex-coronel que defendem liberar arma para todo mundo e não acredita na educação”, completou.

O vereador de Belo Horizonte Nikolas Ferreira comentou no Boletim da Noite dessa quinta-feira (12) como no Brasil tem sido proibido desconfiar de coisas importantes.

“No Brasil, parece que ter dúvidas é um crime. A pessoa não pode desconfiar de algo, das instituições. Eles podem desconfiar a todo minuto, a todo segundo do presidente, de todas as ações que ele faz. Contudo, a gente não pode desconfiar de uma coisa que decide o futuro da nação, que é o meio de você decidir o seu voto”, lamentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.