Nacional aciona a fifa contra o Palmeiras por clausula no contrato de Viña, entenda

inbound2481969534934346389

O Nacional, do Uruguai, entrou na Fifa com uma reclamação relacionada à compra de Matías Viña por parte do Palmeiras. Os dois clubes acordaram que seria realizada a aquisição de 7,5% dos direitos do atleta, entretanto, estão num impasse em relação ao prazo de pagamento, segundo apuração do Globo Esporte.

LEIA TAMBÉM: Trajano: “Duvido que Luiz Adriano seja um caso isolado no futebol brasileiro”

Esta nova operação do Verdão estava prevista em uma das cláusulas do contrato, que previa a compra desta porcentagem dos direitos do jogador caso ele atingisse 33 partidas pelo clube paulista. E o alviverde já comunicou os uruguaios que irá oficializar a operação, mas solicita que seja feito um parcelamento.

Entretanto, o Nacional procurou primeiramente a Fifa para depois propor um parcelamento ao Palmeiras. Desta forma, o Palestra pode esperar o processo na entidade máxima no futebol, sem que corra qualquer risco de punição. Mesmo assim, o clube paulista se mostrou surpreso com a postura dos uruguaios, uma vez que nunca deu a entender que não cumpriria o acordo.

Na primeira negociação, para a chegada de Viña, os dois clubes já haviam se desentendido, mas chegaram a um acordo e parcelaram em três vezes o valor de 3,5 milhões de euros.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.