Na despedida de Galiotte, Abel faz discurso emocionante e lembra episódio: fui resmungão

inbound3030358646742750344

Maurício Galiotte, em fim de mandato na presidência do Palmeiras, foi homenageado por vários funcionários do clube antes de se despedir oficialmente. Leila Pereira será a nova presidente do Verdão a partir desta quarta-feira (15).

No gramado da Academia de Futebol, funcionários, jogadores e familiares de Galiotte formaram uma grande roda, com depoimentos emocionantes a respeito do presidente. O técnico Abel Ferreira, bicampeão da Conmebol Libertadores com Maurício, chamou o dirigente de “amigo” em sua fala.

PUBLICIDADE

“Falar do presidente do Maurício… Você vai me desculpar, mas vou tratá-lo como amigo Maurício. Costumo dizer que o maior risco da vida é não arriscar, e foi aquilo que ele fez. Falo mais da história que vivemos juntos nos últimos três meses, mais ou menos. Ele sempre foi um grande aliado, uma pessoa com uma liderança humana. Vejo muito no futuro, nas empreses, esse tipo de liderança”, disse Abel.

“É verdade que eu fui um pouco resmungão, pois queria reforçar o time em duas posições, o elenco, mas outros valores maiores foram levantados, como o equilíbrio do clube, para que nada faltasse para nossos jogadores e funcionários. No final ele assumiu riscos e ganhou. Quando cheguei foi um momento duro para ele, foi a partida do pai dele. Mas tenho certeza que seu pai está muito orgulhosos pelo que ele fez e que ele é o filho que todo pai gostaria de ter”, concluiu.

Dos jogadores, Weverton, Raphael Veiga e Rony participaram da homenagem. Galiotte ganhou dos jogadores um quadro com ele segurando a taça da Libertadores, conquistada em Montevidéu. O goleiro do Verdão ainda presenteou o presidente com duas luvas e deixou sua homenagem.

“Todas as pessoas tinham que conhecer o coração que esse homem (Galiotte) tem. Nós te agradecemos por tudo, pela sua postura, pelo seu carinho. Mesmo nas adversidades você esteve do nosso lado nos apoiando, incentivando”, disse Weverton.

Por fim, Galiotte, ao lado da sua família, deu seu último agradecimento a todos os envolvidos.

“Eu fico emocionado, fico sem palavras para agradecer. Mas queria rapidamente deixar meu abraço para cada um de vocês. Sem vocês a gente não consegue chegar a lugar nenhum. A gente só cresce no trabalho quando todos estamos juntos. E foi assim que trabalhamos nesse período. Eu que tenho que agradecer a cada um de vocês. Obrigado pelo esforço, dedicação, comprometimento. Eu sei que muito de vocês fizeram de tudo, em um esforço único para a gente alcançar nosso objetivo. Saio do Palmeiras de uma forma realizada, honrada. Muito obrigado”, finalizou.

Galiotte chegou no Palmeiras em 2017 e em sua gestão o Alviverde conquistou duas Libertadores (2020 e 2021), um Campeonato Brasileiro (2018), um Campeonato Paulista (2020) e uma Copa do Brasil (2020).

Aplausos em reunião do Conselho Deliberativo

Em reunião do Conselho Deliberativo na última segunda-feira, na sede do Palmeiras, Maurício Galiotte foi aplaudido de pé pelos conselheiros presentes.

Enquanto fazia seu discurso de despedida, o dirigente foi interrompido pela salva de palmas, que o deixou visivelmente emocionado, como pode ser visto no vídeo no início da matéria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.