Mulher vai ao hospital "orar"pelo marido internado e tenta matá-lo envenenado com chumbinho

images 11 2

Uma mulher de 37 anos, que não teve identidade revelada, foi presa temporariamente na manhã de quinta feira (07), em Parnamirim, no Rio Grande do Norte, suspeita de tentar matar o próprio marido por envenenamento. Segundo a investigação, ela deu chumbinho ao companheiro enquanto ele estava internado no hospital.

De acordo com investigações da Polícia Civil, horas depois de um almoço com a mulher, o marido dela precisou ser internado com quadro desconhecido e grave. Ele acabou entrando em coma.

Dias após a internação, a mulher da vítima fez uma visita ao hospital e em certo momento disse à equipe médica que precisava de privacidade para fazer uma oração. Foi durante esse período que os aparelhos que mantinham o homem vivo passaram a soar seus alarmes.

Devido à situação, a equipe médica identificou uma substância desconhecida na sonda que conduzia alimento para o paciente, encaminhando o material para a delegacia. A vítima, que estava apresentando melhora, teve quadro de saúde agravado.

Após laudo realizado no ITEP/RN (Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte), foi identificado que a substância encontrada na sonda era de um inseticida de uso agrícola conhecido popularmente como chumbinho utilizado, de forma irregular, como raticida. O produto é clandestino e não possui registro na Anvisa.

A mulher foi conduzida para a DHPP (Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa) de Parnamirim e encaminhada para o sistema prisional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.