Mulher traída mata amante do marido a facadas: “Se ela sobreviver, eu mato de novo!”; Veja

Uma discussão de casal terminou em morte na noite deste domingo (21), em Araguaína. Uma mulher, identificada como Kelly Diniz da Silva,   matou a amante do marido a facadas após ter flagrado os dois tendo relações dentro de sua casa.

Após cometer o crime, ela ainda teria feito uma gravação mostrando as vítimas. A jovem que morreu no local foi identificada como Geovanna Victoria Moreira da Silva, de 24 anos.

Já o homem trata-se de Romário Pereira da Silva, de 29 anos, que também foi atingido com golpes de faca mas sobreviveu.

O crime ocorreu na Rua das Gaivotas, do Setor Maracanã. A Polícia Militar informou que foi acionada para atender a ocorrência e no local encontrou a jovem já morta, caída na rua e o homem ferido com um golpe na altura do peito. Ele estava sangrando, agonizando na calçada.

A esposa traída segurava um facão, sentada no meio-fio. Ela foi ordenada a soltar a arma e se entregou. Presa em flagrante, ela alegou que é vítima de agressões do marido e estava há uma semana morando na casa da avó dele.

Ela contou para a Polícia que mandou mensagem via WhatsApp que iria até a residência deles para buscar alguns pertencentes. Disse que o companheiro só visualizou e não respondeu nada. Com isso, ela decidiu ir até a casa e quando chegou se deparou com companheiro e outra mulher tomando banho.

A discussão iniciou logo após o flagrante, ele tentou contê-la e ela o esfaqueou no ombro. Logo em seguida ela se dirigiu até a mulher de 24 anos, que se tentou sair pelos nos fundos da residência, e desferiu golpes de faca nela. Tanto a mulher de 24 anos, quanto o marido da autora correram para fora da casa e caíram na calçada da frente.

Conforme informações extra oficiais de populares, Romário há tempos tentava se separar de Kelly, mas ela não aceitava o fim do relacionamento e vivia procurando por ele.