Mulher que morreu em 2018 aparece na lista de vacinadas contra a Covid em SC

vacinacao

Prefeitura de Blumenau abriu sindicância para apurar o caso, que foi verificado na quarta-feira pela equipe da unidade de saúde em que a mulher era atendida enquanto estava viva.

A Prefeitura de Blumenau, no Vale do Itajaí em Santa Catarina, abriu uma sindicância interna para investigar a aplicação de uma dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com a equipe da unidade de saúde do município, os dados fornecidos por quem teria recebido a dose são de uma mulher morta em 2018.

Segundo a prefeitura, o caso foi percebido na quarta-feira (2) pela equipe da unidade de saúde em que a mulher era atendida enquanto estava viva. No município, a pasta disponibiliza pela internet a lista com os nomes dos vacinados.

A Secretaria da Saúde entregou o material à Procuradoria Geral do Município para analisar o ocorrido e identificar se houve adulteração ou falsificação de registros. A comissão de vacinação também foi comunicada. O caso também será encaminhado ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), segundo a prefeitura.

“A vacinação não teria ocorrido pelo sistema de agendamento com aplicação na Vila Germânica, mas por meio do processo de vacinação itinerante, que realiza a aplicação em pessoas acamadas e casas asilares, por exemplo”, disse a prefeitura em nota.

Blumenau aplicou 118.973 vacinas entre 1ª e 2ª doses até quinta-feira (3). Foram 84.799 pessoas imunizadas contra a Covid-19 com a primeira dose. No município, foram 53.981 casos confirmados e 529 mortes por coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.