dentro

Mulher é presa por aplicar golpe em seis 'namorados' ao mesmo tempo

Uma golpista chinesa foi descoberta pela polícia extorquindo seis homens ao mesmo tempo. Todos achavam que a tinham como namorada.

A mulher de 42 anos, identificada apenas pelo sobrenome Mao, já tinha um histórico de tirar proveito de outros homens, segundo as autoridades. Mas a sua empreitada mais ousada aconteceu entre julho e dezembro de 2021, quando ela decidiu aumentar seus ganhos se relacionando com seis companheiros de uma vez.

As vítimas relataram que Mao costumava ludibriá-los, especialmente com manipulação emocional, para que eles lhe dessem presentes com frequência. A maioria dos itens era de grande valor, como roupas de luxo, smartphones, computadores e outros dispositivos eletrônicos. Às vezes, ele pedia também dinheiro vivo.

Para não levantar suspeitas e ganhar a confiança dos homens, Mao não dava investidas logo no começo do namoro. Primeiramente, ela iniciava o relacionamento com um homem. Depois de um tempo em que o sentia em “sua mão”, ela aplicava o golpe.

A queda

Segundo informações do jornal chinês Daily Economic News, a artimanha contra os seis rapazes deu errado quando um deles passou a desconfiar do comportamento de Mao, depois de alguns meses de namoro em Zheijang, província localizada no leste da China.

A vítima, chamada Yu, conheceu Mao em um aplicativo de relacionamentos, onde ela se apresentava como uma mulher solteira e sem filhos, que estava apenas em busca de um novo parceiro.

Em depoimento à polícia, Yu disse que se sentiu atraído por ela em virtude de sua beleza e gentileza, e então começaram o namoro. Mas, não demorou muito para Mao lhe fizesse pedidos de presentes caros.

O envolvimento foi tão grande que Yu criou planos para se casar com Mao, tanto que para acelerar a oficialização desse compromisso, ele deu a ela uma grande quantia em dinheiro para que comprasse um vestido de noiva e alugasse um local para a cerimônia. Apesar da data marcada, Mao decidiu cancelar o casamento de um hora para outra e isso fez com que Yu desconfiasse dela.

Inconformado com a situação, o rapaz a presionou para que explicasse o verdadeiro motivo do fim do noivado. Diante de tanta pressão, Mao confessou que tudo foi um golpe. Estarrecido, Yu exigiu todo o dinheiro e os presentes de volta, mas a mulher se recusou a devolver. Então, ele chamou a polícia.

As investigações logo revelaram que Yu era apenas mais um dos homens na vida de Mao, que durante o período que conviveu com ele, também se envolvia com outros cinco rapazes com o propósito de conseguir bens materiais e dinheiro.Durante seis meses, Mao arrecadou o equivalente a R$ 113 mil), estima a polícia.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.