Mulher é impedida de adotar cão por ser considerada ‘velha demais’

6 6

A comunicadora Andrea Hijar, de 23 anos, resolveu ajudar sua avó Nélida Fernández, de 76 anos e apaixonada por animais de estimação, a adotar um cãozinho. Ela procurou diversos abrigos de animais no Peru, onde moram, mas a resposta que recebeu foi que os avós eram “muito velhos para a adoção”.

“Isso me deixou muito triste. Eles são um casal muito amoroso, mas estavam sendo negados a algo pelo qual estavam muito animados”, disse Hijar.

Ela conta que a avó ficou muito triste e chegou a desistir da ideia de ter outro cachorro. Enquanto isso, Hijar continuou procurando nas redes sociais.

Ela encontrou uma publicação sobre um filhote que precisava de um novo lar e entrou em contato com a pessoa que fez o anúncio para explicar o que havia acontecido até então.

O dono da publicação concordou em doar o filhote. Ela conta que o pai e o avô foram buscá-lo e fizeram uma surpresa para a avó. Andréa gravou a reação de Nélida ao receber a cachorrinha, que batizaram de Princesa. Veja abaixo:

Ao G1, Andrea diz que a avó ficou surpresa com a repercussão da notícia e se alegra com as mensagens de carinho que tem recebido.

Princesa chegou à família Hijar há uma semana e tem recebido amor e cuidados – ela fez até a primeira consulta com veterinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.