Mulher de Moro diz se arrepender “até o último fio de cabelo” por voto em Bolsonaro

Rosangela Moro 868x644 1
Poder360 Ideias - Sérgio Moro é o convidado do Poder360 Ideias, no restaurante Piantas. Brasilia, 04-11-2019.Foto: Sérgio Lima/PODER 360

A advogada Rosangela Moro, mulher do ex-ministro e ex-juiz federal Sergio Moro, afirmou que se arrepende “até o último fio de cabelo” por ter votado em Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2018. A declaração foi feita ao responder uma seguidora em seu perfil no Instagram.

Rosangela Moro publicou uma foto nessa 5ª feira (7.mai.2021), de janeiro de 2020, quando fez viagem a Roma. Ela aparece em frente à Fontana di Trevi, a maior e mais famosa fonte na Itália, e uma das principais atrações turísticas de Roma. É comum o turista jogar uma moeda nela e fazer um desejo.

Ao citar duas amigas, a mulher de Moro diz: “Se soubéssemos que o mundo ia passar por essa pandemia horrível eu teria feito outro pedido quando lancei minha moedinha na Fonte. Que loucura!!”.

Uma seguidora respondeu o post: “Só bastava não ter votado em Bolsonaro”.

Rosangela então respondeu: “Me arrependo até o até o último fio de cabelo”.

Sergio Moro deixou o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública em 24 de abril de 2020. Em pronunciamento, acusou indiretamente o presidente de ter cometido crimes de responsabilidade e de falsidade ideológica por suposta tentativa de interferir politicamente na Polícia Federal. O caso é investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Em uma entrevista que concedeu ao jornal britânico Financial Times, em julho de 2020, Moro afirmou que sua presença no corpo ministerial foi usada para aparentar compromisso com uma agenda anticorrupção.

“Uma das razões para eu sair do governo foi que não estava se fazendo muito [no combate à corrupção]. Eles estavam usando minha presença como uma desculpa, então eu saí. A agenda anticorrupção tem sofrido reveses desde 2018”, declarou à época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.