Motociclista tem garganta perfurada por pássaro e pilota 9 km com animal preso no corpo até ser atendido

passaro motoqueiro 418x235 1

Um motociclista teve a garganta perfurada por um pássaro quando pilotava sua moto em uma estrada vicinal em Barra dos Bugres, no Mato Grosso, a cerca de 170 km de Cuiabá, no último sábado (24). As informações são do G1.

Eik Júnior Monzilar Parikokoriu, de 23 anos, da etnia Umutina, ia para a aldeia Águas Correntes quando foi atingido pelo pássaro. O jovem ainda percorreu 9 km com o animal preso ao seu corpo até chegar em sua aldeia.

De acordo com o G1, ao chegar ao local sentindo falta de ar, ele chegou a desmaiar de dor. Ele conta que havia acabado de realizar um trabalho como artesão na cidade e voltava para a aldeia.

Eik recebeu os primeiros socorros da própria família, e depois foi levado para atendimento na Unidade Básica de Saúde, que fica na aldeia, onde conseguiram retirar o pássaro do seu pescoço.

No local, Eik foi atendido por uma técnica de enfermagem que contou ao G1 que assim que retirou o pássaro, o jovem começou a sangrar pelo pescoço e pelo nariz.

“Ele puxou o pássaro [que ainda estava na garganta] e começou a sangrar pelo pescoço e pelo nariz. Fiz a limpeza e liguei para o médico, que me passou as orientações para o atendimento. Segui as orientações dele e o encaminhei, com o pássaro, para a médica de plantão avaliar de perto lá em Barra do Bugres”, disse Elizete Ariabo Calomezore.

Ainda segundo o G1, o biólogo Vítor Piacentini, professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que também é ornitólogo (especialista em aves), disse que o pássaro é da espécie ariramba-preta.

Segundo ele, o animal faz parte de um grupo de aves insetívoras e que é comum que as arirambas e os beija-flores sejam tratados como “iguais”, uma vez que possuem bico comprido e plumagens brilhantes.

A ave morreu com o acidente inusitado, e o jovem indígena disse que ficará com a carcaça do pássaro para ter uma recordação por ter sobrevivido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.