Morre Carol Aquino, 25 anos, ex-goleira da Seleção Brasileira de base

Jogadora, que estava no Realidade Jovem, do interior de São Paulo, ainda passou por Grêmio, Cruzeiro, e América-MG

O futebol brasileiro feminino está de luto. A ex-goleira Carol Aquino, de 25 anos, com passagens por clubes como Cruzeiro, Botafogo e Grêmio, morreu no início desta semana. Seu último clube foi o Realidade Jovem, de São José do Rio Preto, interior paulista, de onde foi dispensada na última quinta-feira. Ela também passou pelas categorias de base da Seleção Brasileira.

A causa da morte ainda não foi divulgada, porém, o site da Secretaria de Esportes de Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso, terra natal da atleta, divulgou que ela teria tirado a própria vida. Segundo o portal, ela sofria de depressão e cometeu o ato durante uma crise.

Alguns clubes onde a goleira jogou lamentaram a morte. “Lamentamos o falecimento da nossa ex-atleta Carol Aquino, ocorrido nesta segunda-feira. Aos amigos e familiares, desejamos muita luz e força neste momento de tristeza e luto”, publicou o Cruzeiro no Twitter.

“O Botafogo de Futebol e Regatas e o Departamento de Futebol Feminino lamentam profundamente o falecimento da atleta Carolina Aquino, que representou a camisa alvinegra em 2019. Desejamos conforto à família e amigos neste momento delicado”, postou o Botafogo.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.