Milionária suspeita de ser mandante é vista em elevador após crime

2 10

Novas imagens mostram a mulher suspeita de mandar matar o namorado, em São Paulo (SP), dentro do elevador do prédio onde mora, na zona sul, cerca de uma hora depois do crime. Anne Cipriano Frigo, de 45 anos, aparenta estar tranquila naquele momento. 

Minutos depois, a mulher aparece novamente, mas descendo, com uma mão no bolso e a outra segurando o celular. O corretor de imóveis Carlos Alex Ribeiro de Souza, apontado como o atirador, também é visto chegando no apartamento de Anne, após o crime. Carlos e Anne estão presos temporariamente.

Outro vídeo mostra a suspeita chegando e saindo da casa do namorado em Alphaville, na Grande São Paulo, depois do assassinato.

De acordo com a polícia, Anne mandou matar o namorado pois ele tinha envolvimento com outras mulheres. Vitor Lúcio Jacinto, de 46 anos, foi encontrado às margens da represa Guarapiranga, na zona sul da capital paulista, com os pés e rosto queimados.

Anne teria encomendado o crime, mas nega a acusação. O corretor de imóveis confessou que receberia R$ 200 mil para executar o assassinato. Ele foi flagrado por câmeras de segurança do condomínio em Alphaville buscando a vítima, com a desculpa de levar Vitor para conhecer um empreendimento. O aluguel da casa na região nobre era pago por Anne, milionária que mora em um apartamento avaliado em mais de R$ 20 milhões.

Carlos Alex aproveitou um momento de distração da vítima e atirou nas costas de Vitor. O carro chegou a ser incendiado, mas apenas uma parte ficou queimada. Vitor conheceu Anne em um aplicativo de relacionamento e deixou o emprego de segurança de um restaurante de luxo e passou a ser sustentado por ela. Eles estavam juntos há 5 anos. A suposta mandante chegou a dar um veículo Porsche avaliado em mais de R$ 2 milhões.

ASSISTA:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.