Menina de 3 anos engole arame usado em decoração de bolo: "Poderia ter perdido minha filha", alerta pai

218498021 10224775116154149 7738814241123756258 n

Ninguém imaginava, mas pequenas formiguinhas de pasta americana foram feitas com pedaços de arame; e um casal paulista só descobriu isso depois que a filha de 3 anos havia comido várias delas em um aniversário. “Fomos avisados que, caso perfurasse [um órgão], ela teria que fazer uma cirurgia de emergência”, conta o pai

A arquiteta Emiliane, 36, e o marido, o cordenador na TV Globo, Willians Dias, de São Paulo, nunca imaginaram que a simples decoração de um bolo de aniversário pudesse trazer tantos riscos à saúde da filha, Luisa, 3 anos. “O filho de um casal de amigos fez aniversário e convidaram poucas pessoas. Foi em um parque. Eles montaram uma mesa de doces e minha filha adorou o bolo com formigas de pasta americana. Logo que chegou, já comentou e foi ver de perto”, lembra ele. “Eu estava cumprimentando todos e vi uma das pessoas pegando uma das formigas e dando pra ela. Perguntei do que era feito e a pessoa respondeu — até em tom irônico, por saber que sou do estilo superprotetor — ‘é comestível papai’. Eu estava longe e não conferi. Sei que ela apenas teve a intenção de agradar, não desconfiou que um simples bichinho de pasta americana pudesse ter arames dentro”, revelou.

Segundo o pai, Luisa comeu 3 ou 4 formiguinhas. “Quando ela pegou a quinta, veio comer perto de mim. Foi quando achei muito estranho as perninhas da formiga e peguei da mão dela. Descobri que eram pequenos arames e que dentro do corpo tinha um pedaço maior que dava sustentacão ao corpo do bichinho. Avisamos os pais do aniversariante, que ficaram em choque e ligaram para a boleira na mesma hora. Já nós partimos para o hospital”, lembra. “Conversamos com ela durante o caminho, e ela disse que comeu as formiguinhas e cuspiu as ‘sementes’. Nos enchemos de esperança, torcendo para que ela não tivesse engolido nenhum arame, mas o raio x mostrou que ela havia engolido 9 e já estavam no intestino”, lamenta.

“Não dava pra tirar com endoscopia. Só restava esperar e monitorar. Deveriamos prestar atenção se ela sentisse dores abdominais ou ficasse amoadinha. E caso perfurasse [o órgão], teríamos que fazer uma cirurgia de emergência que, segundo a médica, seria complexa. Ela tentou nos acalmar, mas deu a entender que era grave. Nunca rezei tanto. Não tem como explicar o que sentimos. Não conseguíamos comer nem dormir. Muitas vezes, eu esperava um tempinho, saia de perto e chorava. Vivemos dias de terror. Inacreditável. Poderia ter perdido minha filha”, lamenta.

“Por sorte, os arames foram saindo nas fezes e, na quarta-feira, o maior saiu. Fez um machucado e as fezes saíram com sangue. Nos preocupamos muito, mas, gracas a Deus, foi superficial. Dois dias depois, já estava tudo bem”, conta, aliviado.

Willians com Luisa, na saída do hospital (Foto: Reprodução/Facebook)

Para Willians, foram três erros: “A boleira, que colocou o arame; a pessoa que ofereceu o doce para Luisa sem ter conferido; e o fato de minha esposa e eu, como pais, termos confiado nela”, diz. Após o susto, o casal disse ter conversado com a boleira. “Ela se mostrou muito abalada com a situação e disse que nunca mais faria isso. Não nos interessa ser indenizado por ela. Minha preocupação é apenas se a conversa que tivemos foi suficiente para que ela não faça isso novamente”, afirmou. Segundo o casal, nenhuma outra criança no aniversário chegou a comer as formiguinhas.

Orientado pela médica que os atendeu, Willians decidiu contar a experiência nas redes sociais para alertar outros pais. O post, publicado no dia 16 de julho, já teve mais de 5 mil compartilhamentos e 2,7 mil comentários. “Não esperava que fosse viralizar, mas é uma mensagem importante. Postei incentivado pela médica. Ela acha que outros pais deveriam saber e tomar cuidado”, afirma. Após a repercussão, ele disse ter recebido mensagens de pessoas que passaram por situações semelhantes. “Esse tema é importantissimo. Outras pessoas comentaram sobre palitos e outras coisas que quase engoliram. Eu não esperava passar por isso”, finalizou.

Quais os riscos?

Segundo a pediatra Renata Waksman, vice-presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo e membro do Departamento Científico de Segurança da SPSP, os riscos de engolir pedaços de arames “são enormes”. “O arame é pontiagudo, então, ao engolir, pode perfurar ‘todo o caminho’, como o esôfago, o estômago, a alça do intestino, causar obstrução intestinal, inflamação ou infecção grave que pode, até mesmo, levar à morte. Isso se a criança não esgasgar e aspirar um corpo estranho como esse. Pode ser muito grave e causar complicações muito sérias”, alertou a especialista.

“Os pais precisam tomar muito cuidado e supervisionar tudo o que está ao alcance da criança sempre. E uma pessoa que está fazendo bolo, ainda mais para crianças, jamais poderia usar pedaços de arame, ainda mais com pasta americana. Sabemos que os pequenos são curiosos e certamente levarão até a boca”, afirmou. “E isso vale para qualquer objeto pontiagudo, como palitos e também ímãs, que representam um grande risco de perfurações”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.