Mecânico e ex-líder comunitário é morto a tiros na frente da família

Sem titulo 55

Um mecânico e ex-líder comunitário foi assassinado a tiros na frente na companheira e da filha, que tem apenas seis anos de idade, dentro de casa, em Serra (ES). O assassino chegou a apontar a arma para a menina e a mãe, mas desistiu após ouvir um apelo comovente da pequena. 

Criminosos invadiram a residência da família de Erasmo Pereira Alves, de 49 anos. A mulher, de 30 anos, estava conversando com uma pessoa quando viu, de relance, uma pessoa passando no local. Depois, o bandido chutou a porta da casa e perguntou para a mulher onde estava uma determinada pessoa.

A mulher respondeu que o procurado não estava. Enquanto isso, o criminoso apontava a arma para a mãe e a filha. Na sequência, o mecânico foi até à cozinha para ver o que estava acontecendo. Quando perguntado pelos criminosos, também negou o paradeiro da pessoa procurada. No entanto, foi baleado na cabeça.

Ameaçando a mulher e a filha, o criminoso disparou contra a mãe, mas a arma falhou. Nesse momento, a menina perguntou, de acordo com uma testemunha: “Já matou meu pai. Vai matar minha mãe também? E eu, como vou ficar?”.

O criminoso chamou o comparsa e, pedindo para que o cúplice mostrasse “que era homem”, atirou mais uma vez na vítima. A mulher e a menina escaparam. A pessoa que os assassinos procuravam é acusada de cometer roubos no bairro e era amigo do mecânico morto. Os criminosos foram identificados: moram no mesmo bairro e eram considerados “pessoas de bem”.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.