Marília Mendonça: Família e famosos chegam ao velório e fãs se despedem.

A família da cantora Marília Mendonça e do tio dela, o assessor Abiceli Silveira Dias Filho,chegaram ao ginásio Goiânia Arena para o velório dos dois. Mãe e avó da cantora chegaram amparadas por dois seguranças, em momentos diferentes, para conseguir se despedir. O momento comoveu os presentes, que acompanharam as cenas em silêncio.                                                                                                                                                                                             

Familiares estão sendo acompanhados de artistas que eram muito próximos da compositora — como as duplas Maiara e Maraísa,Henrique e Juliano, além de Jorge (da dupla com Matheus) e Mateus (que faz parceria com Kauan), Naiara Azevedo e Luísa Sonza.Vários deles se mostraram inconsoláveis, chorando bastante em registros divulgados nas redes sociais. Na parte final da celebração pública, se juntaram ao grupo o cantor Gusttavo Lima e a influenciadora Pétala Barreiros. Os famosos ficarão em espaço restrito ao núcleo familiar.                                                  

Os portões foram fechados às 16h02 e o caixão foi fechado próximo às 17h para sair para o sepultamento. Antes, Henrique e Juliano prestaram uma última homenagem a Mendonça, cantando as canções “Obrigado, Deus” e “Flor e o beija-flor”, seguidos de Maiara e Maraisa, que entoaram”Alívio”, em apresentações restritas à família da cantora.        

O público teve acesso ao local às 13h40. Ao contrário da família e dos artistas, que ficarão em área separada, a população está sendo organizada em filas e apenas passará junto aos caixões para se despedirem e deixar a área em seguida, evitando aglomerações. A organização resolveu deslocar o caixão da artista para mais próximo da grade, por onde passa o público, dando mais acesso nessa hora de despedida.                                                                                         

Com faixas, centenas de pessoas já tiveram acesso ao interior do ginásio. Muitos fãs choram e são amparados pela equipe de produção da cantora, que oferecem apoio e água aos mais abalados numa área reservada, quando necessário. O Corpo de Bombeiros está no local para eventuais socorros.Durante a passagem, a população recebe e oferece solidariedade aos artistas presentes, que se emocionam e acenam aos presentes.                                                 

Às 14h53, a equipe mais próxima da artista teve seu momento de despedida. O grupo que faria o show com ela em Caratinga (MG), chegou minutos depois ao ginásio, após viagem de ônibus para participar do velório. Muito aplaudidos, os integrantes desabaram em choro.                                                                                                                           

Ao microfone, uma assessora pediu para que apenas os integrantes se aproximassem do caixão euma oração teve início, conduzida por uma pastora identificada como Wilma, junto aos quetrabalhavam ao lado de Mendonça .               

 “Que Deus ilumine o coração dessa família. Essas famílias que precisam ser curadas. […] Não estamos falando de religião, mas de um Deus que tudo cura”, anunciou.                                                                                                                       

Após a oração foi o momento dos amigos famosos da cantora se aproximarem coletivamente, pela primeira vez do caixão. Todos se abraçaram muito, oferecendo conforto uns aos outros.                                                                                  

Marilia e Abiceli estavam com mais três ocupantes no avião KingAir C90A que caiu ontem à tarde,em Piedade de Caratinga, em Minas Gerais. Eles seguiam de Goiânia (GO) a Caratinga (MG), onde ela faria um show na noite de ontem. Segundo a Cemig (Centro Energético de Minas Gerais), a aeronave atingiu um cabo de uma torre de distribuição antes de cair, em local inspecionado hoje pela Cenipa. O Corpo de Bombeiros segue atuando no local para remoção dos pertences dos ocupantes – hoje, o violão da cantora foi resgatado do veículo.                                         

Os corpos das duas vítimas estão no ginásio, localizado na Avenida Fued José Sebba, na capital deGoiás, após liberação na madrugada de hoje. Personalidades também prestaram respeito à artista, aexemplo do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que chegou a chegou a dizer que Marília “ajudaria a resgatar a esperança do brasileiros após a covid-19”.

Expectativa de fãs                                                                                                                                                                                 

Do lado de fora, a fila cresce desde as primeiras horas da manhã. Muitos fãs exibem sinais decansaço devido ao calor e à espera, mas prestam homenagens à artista cantando suas músicascoletivamente, enquanto se abraçam e choram, esperando a vez de entrar no ginásio.                                                                                                                                 

Também há quem aproveite a movimentação para ganhar dinheiro — bonés alusivos à com positorasão vendidos por R$ 30. Diversos fãs já acamparam no local desde a madrugada de hoje. Entre os ambulantes também havia fãs. Matheus Willy, 22 anos, veio de Brasília para vender água e acompanhar a madrasta, que também acompanhava a carreira da cantora. “Eu também sou bem fã dela e vim prestigiar esse momento. Muito triste.                                            

O ambulante espera arrecadar no mínimo R$ 1 mil hoje com a venda de água. “Querendo ou não tem muita gente aqui e o povo às vezes não tem como andar a pé para comprar água, a gente está aqui para facilitar o acesso.”                      

A expectativa do governo de Goiás é que cerca de 100 mil pessoas compareçam à celebração. No ginásio, atuaram trabalhadores da organização por parte da equipe de Marilia Mendonça, que conta com apoio de funcionários identificados com camisetas da equipe da dupla Henrique e Juliano, que prestam assistência nesse momento.        

 Equipe da dupla Henrique e Juliano ajuda na montagem da área interna da Arena Goiânia que receberá o velório de Marília Mendonça e do seu tio, Abicieli Silveira Dias Filho          

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.