‘Mamãe Falei’ minimiza facada de Bolsonaro

op

O deputado estadual e militante do MBL Arthur do Val (PSL-SP), conhecido como “Mamãe Falei”, minimizou o ataque a faca sofrido pelo presidente Jair  Bolsonaro durante a campanha de 2018.

“E daí? Para de ser maricas. ‘Ui, tô com dorzinha de barriga’. Vai ficar chorando até quando?”, disse o deputado em um retuite à publicação de Bolsonaro sobre a facada.

Arthur do Val se elegeu em São Paulo quando ainda sinalizava apoio a Jair Bolsonaro. Hoje o parlamentar é um grande crítico e opositor do governo conservador.

O jornal Estadão também publicou uma matéria onde critica a suposta “politização” da facada.

Apesar das manifestações contra o presidente, milhares de cidadãos se mobilizaram nas redes sociais para pedir orações e desejar melhoras a Bolsonaro com as hashtags: “Orem pelo presidente” e “Força, presidente.”

Outros aproveitaram para voltar a questionar com a hashtag: “Quem mandou matar Bolsonaro”.

O analista político Carlos Dias afirmou durante o Boletim da Noite dessa quarta-feira (14) que perfis como o de Arthur do Val devem ser “banidos pelas urnas”.

“Há certas figuras que são tão medíocres, que não servem nem para ser inimigos, e esse aí é um deles. É um sujeito de passagem rápida pela vida pública porque é um inútil declarado e que sabemos muito bem não vai a lugar nenhum”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.