Maioria do STF considera Moro parcial ao condenar Lula

Maioria do STF considera Moro parcial ao condenar Lula

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria, nesta quinta-feira (22), a favor da manutenção da decisão da 2ª Turma segundo a qual o ex-juiz Sergio Moro agiu com parcialidade no processo em que condenou o ex-presidente Lula da Silva (PT) no caso do triplex em Guarujá.

Marco Aurélio Mello pediu mais tempo para analisar o processo, o que ocasionou a suspensão temporária.

O julgamento será retomado depois que o ministro devolver o processo e uma nova data for definida pelo presidente do STF, ministro Luiz Fux.

No momento da interrupção, havia 7 votos pela manutenção da decisão da 2ª Turma:

Gilmar Mendes

Nunes Marques

Alexandre de Moraes

Ricardo Lewandowski

Dias Toffoli

Cármen Lúcia

Rosa Weber

Dois ministros votaram pela revogação:

Edson Fachin

Luís Roberto Barroso

Faltam os votos de Marco Aurélio e Luiz Fux, mas o resultado não pode ser revertido.

Leave a Reply
  1. Ministros da corte que nunca foram juízes,ir contra um juiz de carreira,isso é o fim do mundo,estão lá por indicações e para blindar os próprios políticos que os indicaram.😡😡😡

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.