Mãe diz ter visto marido estuprando criança dias antes de menina morrer; Assista o vídeo

8b4e57a1e1418eeae5c85d0f3bb7ac9c

Aneuza Pinto Ponoceno, mãe e tia da menina Maria Vitória Lopes dos Santos, de 2 anos, disse durante seu, interrogatória à Polícia Civil que chegou a presenciar o marido, Francisco Lopes da Silva, deitado na cama de conchinha com a criança dias antes da bebê morrer, em Poconé (104 km de Cuiabá).

 Maria Vitória morreu na segunda-feira (8), após ficar quatro dias no Pronto-Socorro de Várzea Grande. Ela apresentava ferimentos na cabeça e sinais de estupro. Aneuza e Francisco  tinham a guarda provisória da criança e estão presos.

 No vídeo do depoimento da mulher, a acusada conta que viu somente uma vez o marido abusando da menina. Ela ainda explicou que sempre que Francisco ia para o quarto com a filha, ela tinha que ficar do lado de fora.

 “Na vez que eu vi, ele estava deitado de conchinha abraçando e beijando ela. O pënis eu não sei se estava, mas a mão dele estava na perna dela”, contou.

Ela chorava e gritava que doía. Quando ela começava a chorar era diretão, não parava. Quando ele ia pro quarto com ela, eu tinha que ficar fora, porque senão ele me batia”, completou.

 A mulher contou também que Maria Vitória era abusada duas vezes na semana, agredida com um pedaço de corda e obrigada a desfilar nua para o marido. Por outro lado, Francisco nega todas as acusações.

 Logo após ser internada e identificado os sinais de maus tratos, o casal foi preso em flagrante. A Justiça de Mato Grosso, durante audiência de custódia, converteu a prisão em preventiva. Com isso, Aneuza e Francisco vão responder pelos crimes de homicídio qualificado, tortura, maus-tratos e estupro na cadeia.

Leave a Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.