Lula é acusado de sonegação, fraude e conluio pela Receita Federal

Design sem nome 1 3 990x557 1

O ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva tem um processo tramitando na 2° vara da Justiça Federal, em São Bernardo do Campo (SP), em que é acusado de sonegação, fraude ao fisco e conluio com empreiteiros. A informação foi divulgada pela revista Veja, que afirma que teve acesso acesso aos documentos do processo.

A publicação informa que, na prática, Lula não foi inocentado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas seus processos foram transferidos do Paraná para Brasília, pois é na vara desta região onde há competência para julgamento.

De acordo com documentos obtidos pela Revista Veja, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional cobra de Lula uma dívida de R$1,25 milhão de reais referente a impostos que deixaram de ser recolhidos. O político teria omitido em declarações de Imposto de Renda à Receita Federal recebimentos de empreiteiras, no âmbito das reformas em seu triplex no Guarujá.

“O fiscalizado omitiu rendimentos tributáveis na forma de bens e direitos oriundos de reformas pagas pela OAS no apartamento tríplex e no sítio Atibaia. O mesmo era proprietário do tríplex e, com relação ao sítio Atibaia, foi beneficiado pelas reformas feitas no mesmo, haja vista que era usuário contumaz do imóvel e tais reformas só foram feitas devido a esse fato”, aponta o relatório da Receita no processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.