Líder do Brasileiro e com Mata Mata da Libertadores, Palmeiras liga sinal de alerta com desgaste

inbound1353245106615836170

A vitória do Palmeiras sobre o Grêmio na última quarta-feira rendeu elogios ao time comandado por Abel Ferreira, agora líder do Brasileirão. Mas o melhor momento do time no torneio nacional é acompanhado por uma preocupação: a do desgaste físico do elenco, que terá na próxima semana o início do mata-mata da Libertadores.

Depois de se reapresentar na quinta-feira e trabalhar em campo sem a presença dos titulares, a comissão técnica do Verdão terá somente a sexta-feira para preparar a equipe para o clássico deste sábado contra o Santos.

Após o jogo contra o Grêmio, Abel lamentou a possibilidade de perder mais dois titulares por causa do calendário apertado de jogos e pouco tempo de recuperação. O zagueiro Luan e o atacante Rony reclamaram de dores e estão sendo acompanhados pelo departamento médico palmeirense.

“Perdi mais dois jogadores por lesão e por culpa do calendário. Temos de dar no mínimo três dias de intervalo. Não fazemos isso. O Gómez e o Viña estavam mais frescos. É preciso tomar medidas duras, vou bater nessa tecla porque é bom para todos, para o jogador brasileiro, para o futebol brasileiro, para a seleção e para a qualidade do nosso jogo. Não é ser reclamão, é ser exigente”, afirmou Abel, na última quarta-feira.

Preocupada com o desgaste dos atletas, a comissão técnica do Verdão tem optado por preservar jogadores em algumas partidas. Isso já ocorreu com nomes como Jailson, Mayke, Rony, Raphael Veiga e Luiz Adriano.

Desde janeiro, o Palmeiras já entrou em campo 56 vezes. No calendário esportivo de 2021, iniciado em março, são 37 partidas em cinco meses. Os jogadores que mais atuaram nesta temporada são: Gustavo Scarpa (31 jogos), Luan e Wesley (25 jogos), Mayke, Felipe Melo, Raphael Veiga, Victor Luis (24 jogos), Danilo, Renan e Rony (23 jogos).

A questão física pode obrigar Abel a mexer mais uma vez em sua escalação para o jogo deste sábado. é certo que Gabriel Menino, convocado para as Olimpíadas de Tóquio, será desfalque. Ele deve dar lugar a Marcos Rocha, que retorna de suspensão automática.

“As pessoas dizem que todas as equipes do Abel têm um elenco fantástico. Sabe por quê? É preciso ter coragem para colocar os jogadores, trocar os jogadores quando todos acham que deve jogar sempre a mesma equipe. Ter coragem e arriscar sujeito a não ganhar o jogo e todo mundo criticar porque tirei cinco ou quatro. Me dá um prazer imenso tirar cinco e a equipe jogar. Isso é fruto do trabalho da equipe técnica e da vontade e querer dos nossos jogadores”.

A cautela com o condicionamento físico se faz presente também com os reforços e atletas que estão retornando de lesão. Reintegrados, Dudu e Pedrão estão participando dos treinamentos na Academia de Futebol. Abel, porém, ainda pede cautela e não dá prazo para relacionar a dupla. Gabriel Veron está em transição depois de se recuperar de uma lesão muscular sofrida em abril.

Depois do clássico contra o Santos, neste sábado, o Palmeiras terá a Universidad Católica como rival no confronto de ida das oitavas de final da Libertadores. A partida que abre o mata-mata do torneio sul-americano será na quarta-feira, às 19h15, no Chile.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.