Lázaro Barbosa revelou a família refém para onde ele quer fugir ‘enquanto a policia não deixar eu vou continuar colocando terror’

60d08f4d9daf5

“Tinha hora que ele já falava assim: ‘a hora que ele parar de avoar, eu vou deixar vocês e vou seguir. Mas é para vocês mandar uma mensagem para eles, para os policiais, que eu quero sair de Goiás e do DF. Enquanto eles não deixarem, eu vou continuar fazendo isso que eu estou fazendo com vocês’”, revelou o dono da casa.

A família foi feita de refém na hora do almoço. “Falou assim para mim: ‘não reage, não, senão o senhor morre’”, contou o pai. O maníaco amarrou o dono da casa e mandou a esposa preparar comida para ele e entregar o celular. “Ele pegou o celular meu e da minha filha. E já pôs nós para correr para baixo, no rumo do rio e do mato”, disse a mulher.

Por sorte antes de entregar, a filha de 16 anos da família conseguiu pedir socorro a polícia através de uma mensagem no celular. “Eu estava no quarto e escutei o meu pai falando para não fazer nada. Nisso, eu já entrei no meu WhatsApp e entrei na conversa de um policial que passou lá no dia anterior, que tinha deixado o número, e mandei mensagem”, disse a garota.

Lázaro levou a família para um rio, e a todo momento pedia para eles não pisarem na areia, para não deixar marcas, e caso pisassem seriam mortos.

Graças a mensagem da jovem, a polícia conseguiu salvar a família, durante o resgate ocorreu uma troca de tiros e Lázaro feriu de raspão um policial, embora a família foi resgatada o serial killer fugiu do local.

Hoje se completa o 13ª de buscas por Lázaro Barbosa, são mais de 400 policiais trabalhando duro com todas as tecnologias disponível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.