Kelly Key conta sobre preconceito que sofre por ter psoríase

Kelly Key conta sobre preconceito que sofre por ter psoriase

Quem pensa que a vida dos famosos ricos é perfeita, sem problemas de saúde, está bem enganado. A diferença é que os famosos têm condições de tratar seus problemas e escondê-los com maquiagens e roupas legais.

No caso da cantora Kelly Key, a maioria dos fãs só soube que ela tem psoríase porque ela decidiu compartilhar esse lado da sua vida pessoal.

Em um vídeo publicado no final de abril, Kelly contou que foi bem importante diagnosticar a psoríase, pois essa doença explicou vários outros probleminhas que prejudicavam sua rotina e qualidade de vida.

“A psoríase me levou às outras descobertas. Meu caso agravou, as lesões ficaram muito maiores. Como elas foram aumentando ao longo desse processo, isso chamou nossa atenção. No início, eu já tinha uma dermatite seborreica na cabeça. Alguns fatores de estresse a aumentavam. Foi uma surpresa ainda por cima a psoríase ter agravado tanto. A partir dela a gente descobriu intolerância ao glúten, à lactose e a outros alimentos porque eles acabaram potencializando essa minha inflamação sistêmica”, disse ela.

Além dos tratamentos para lidar com a doença, Kelly também falou sobre o preconceito que sofre quando as pessoas veem partes da sua pele que são diferentes por causa da psoríase e se afastam com medo de pegar. Mesmo sendo uma pessoa conhecida, o preconceito acontece.

“Quem passa pelo mesmo que eu sabe que é desesperador. A psoríase é desmotivante, leva a gente para lugares muito chatos e perigosos da gente ficar, como depressão. A gente sofre o preconceito das pessoas também porque acham que é contagioso”, desabafou.

Leave a Reply
  1. Só retirar feijão e demais leguminosas da dieta, que a psoríase será tratada.

    Dica do Arthur Vinicius, nutricionista de Vila Velha/ES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.