Jovem morta após relação sᕮxual com jogador teve corte de 5 cm no órgão genital.

Livia morreu após ter quatro paradas cardíacas. Ela teria passado mal e apresentado intenso sangramento nas partes íntimas durante relação sᕮxual com o atleta corintiano.

Livia Gabriele da Silva Matos, de 19 anos, que morreu durante um encontro com o jogador do Corinthians, Dimas Cândido de Oliveira Filho, teve um corte de cerca de 5 centímetros na região genital. A informação foi dada pelo pai dela, Rubens Chagas Matos, que conversou com o médico que atendeu a garota no Hospital Municipal do Tatuapé, zona Leste de São Paulo.

Na noite desta terça-feira (19), Livia morreu após ter quatro paradas cardíacas. Ela teria passado mal e apresentado intenso sangramento nas partes íntimas durante relação sᕮxual com o atleta corintiano, no apartamento dele. O próprio atacante acionou o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

No hospital, o médico teria afirmado, segundo o depoimento do pai, que tinha conseguido estancar um sangramento na vagina da jovem, provocado por um “corte de aproximadamente cinco centímetros”. O pai disse ter questionado o profissional sobre o que poderia ter provocado o ferimento, mas ele não soube responder e afirmou que o corpo seria encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames.

Ainda conforme o depoimento do pai da jovem, durante o período em que estava no hospital, Rubens disse ter conhecido Dimas e que ele contou o que havia acontecido no apartamento. O pai disse à polícia, que o jogador não teria demonstrado preocupação, gerando uma briga entre os dois, e posteriormente separados pela Polícia Militar.

SANGUE NA CAMA E NO PRESERVATIVO

Conforme a Polícia Civil, no quarto do jogador Dimas, onde teria ocorrido a relação sᕮxual, havia uma pequena quantidade de sangue em cima do colchão e no chão, uma camisinha usada e dois cigarros eletrônicos. Foi solicitada a realização de perícia e a realização de exames necroscópico, toxicológico e sᕮxológico.

OUTRO LADO

Questionado pela Polícia Civil, o jogador Dimas apresentou a mesma versão: que mantinha relações sexuais com a jovem no momento em que ela passou mal. Ele afirmou que percebeu que ela desmaiou e apresentava um sangramento. Posteriormente, acionou o SAMU e acompanhou a vítima na ambulância.

QUEM ERA LÍVIA MATOS

Lívia Gabriele da Silva Matos tinha 19 anos. Era estudante de enfermagem e morava com a família, segundo informou o pai à polícia.