dentro

Jogador de futebol é preso suspeito de matar ex-namorada a marteladas

O jogador de futebol Giovanni Padovani, de 27 anos, que atua na Série D do Campeonato Italiano, foi preso nesta semana suspeito de matar a ex-namorada. Segundo a polícia local, o rapaz utilizou um martelo e um taco de beisebol para agredir a vítima. A mulher, identificada como Alessandra Matteuzzi, de 56 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

O crime aconteceu em Bolonha, na Itália. No momento do crime, Alessandra estava no telefone com a irmã. A familiar relatou que ouviu os primeiros gritos de desespero da vítima e logo acionou a polícia.

“Ela (Alessandra) começou a gritar ‘Não Giovanni, não, eu te imploro, socorro!’. Eu estava ao telefone. Liguei imediatamente para os policiais, que chegaram logo. Moro a 30 km. Ele a espancou até a morte”,contou a irmã Stefania à emissora TGR Emilia Romagna.

Ainda segundo a irmã, o casal manteve um relacionamento durante um ano, mas estava separado desde janeiro. Em julho, Alessandra chegou a registrar uma denúncia contra o ex por ameaças e perseguição. O crime aconteceu no estacionamento do condomínio onde Alessandra morava.

Quem é o jogador de futebol que matou a ex

Giovanni Padovani é jogador de futebol do Sancataldese, da Série D do futebol italiano. O atleta já teve passagem por diversos clubes das divisões inferiores da Itália e durante a formação defendeu o Napoli. O jogador também chegou a ser convocado para a seleção Sub-17 da Itália.

Padovani também fez carreira como modelo, em paralelo com os campos. Nas redes sociais o rapaz compartilha momentos em jogos de futebol e também campanhas publicitárias.

O jogador foi preso e deve responder pela morte da ex-namorada.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.