Jailson é o novo reforço do Palmeiras

inbound7178117563754973782

O Palmeiras tem encaminhado um acordo por um ano com Jailson, volante que está livre após rescindir na Fifa seu contrato com o Dalian Pro, da China, por atraso de salários.

O jogador de 26 anos de idade chega na noite desta quinta-feira a São Paulo com seu representante. Ele deve fazer exames pelo Verdão na sexta e então assinar seu contrato válido até o fim de 2022 com o atual bicampeão da Copa Libertadores.

PUBLICIDADE

Sua contratação é uma reposição à saída de Danilo Barbosa, já que o Nice, da França, não aceitou a renovação do empréstimo do jogador por mais seis meses.

Livre da equipe chinesa desde o fim do ano passado, Jailson despertou interesses de clubes da Europa, como Galatasaray, da Turquia, e Porto, de Portugal, além de times brasileiros, como o São Paulo, mas preferiu o Verdão.

Ele chega ao elenco para dar uma opção mais marcadora entre os volantes alviverdes, que hoje são Danilo, Zé Rafael, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Matheus Fernandes e o reforço Atuesta.

Depois de conquistar a Libertadores pelo Grêmio, em 2017, Jailson foi vendido em 2018 para o Fenerbahçe, da Turquia, e em outubro de 2020 foi para o Dalian Pro, da China.

Na equipe asiática, ele só conseguiu atuar em seis partidas até o fim de 2020. Ao término daquela temporada, viajou para as férias no Brasil e voltaria à China em janeiro de 2021, mas não conseguiu embarcar para o país por conta das regras de combate ao coronavírus.

Ao longo de 2021, diante da impossibilidade de se reintegrar ao Dailan Pro, o estafe do jogador chegou a apresentar propostas de empréstimos, mas a diretoria chinesa nem as respondia.

Os salários do jogador estavam em dia até o fim de 2021, mas não houve pagamento nos últimos quatro meses e ele então conseguiu a rescisão na Justiça.

Embora seu último jogo tenha sido no dia 11 de novembro de 2020, Jailson trabalhou durante todo o ano passado com seu preparador físico particular, César Marchiori.

O reforço não tem ritmo de jogo diante da longa inatividade, mas pessoas que trabalham com o meio-campista ressaltam que ele manteve este trabalho físico em seis dias por semana e acreditam que ele estará em boas condições até o Mundial de Clubes, em fevereiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.