Irmão da traficante Sandra Sapatão é assessor de deputada do PSOL

365

Antônio Carlos Ferreira Gabriel, o Rumba, irmão da traficante Sandra Helena Gabriel, também conhecida como Sandra Sapatão, trabalha atualmente como assessor parlamentar no gabinete da deputada estadual Dani Monteiro (PSOL). Sandra Sapatão é apontada como uma das lideranças do tráfico no Jacarezinho.

A parlamentar do PSOL é conhecida por ser é uma das principais críticas à Operação Exceptis, que matou 27 criminosos ligados ao tráfico local e, ainda, o policial civil André Leonardo de Mello Frias, assassinado com um tiro na cabeça.

A operação tinha como objetivo coibir o tráfico local, que vinha aliciando crianças e adolescentes para integrar a facção criminosa que domina o território.

Rumba, que também possui influência na comunidade do Jacarezinho, já teve passagem pela polícia por tráfico, associação ao tráfico e porte ilegal de arma, no início dos anos 2000.

A irmã de Rumba, Sandra Sapatão, foi presa mais uma vez no último dia 21, após perícia nos celulares apreendidos durante a Exceptis. Em 2007, ela chegou a fazer parte da lista dos dez bandidos mais procurados do estado do Rio de Janeiro.

Quando foi presa em 2010, Sandra Sapatão chegou a ser a única mulher em um presídio federal de segurança máxima. Quatro anos após ser presa, foi concedida uma liberdade provisória a Sandra, que saiu e nunca mais voltou à prisão.

Ainda em 2014 foi capturada por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho, ocasião em que ofereceu R$ 20 mil para não ser presa. Já em 2016, a traficante foi liberada da prisão mais uma vez, e teria voltado a gerenciar o tráfico pessoalmente.

Já em 2017, ainda solta, Sandra foi apontada pela polícia por participação em um tiroteio na comunidade do Jacarezinho, durante o qual o policial militar Michel de Lima Galvão veio a óbito,  tendo deixado, ainda, outro agente baleado no rosto.

Em 2019, Sandra e outros dois traficantes, por conta desses crimes, tiveram a prisão preventiva decretada na 2ª Vara Criminal, sendo cumprido somente no último dia 21 de maio, pela Delegacia de Combate às Drogas (Scod).

Em nota, a parlamentar do PSOL afirmou que “é odioso e sombrio que alguém seja alvo de ataques por conta do seu parentesco e por atos com os quais não possui nenhuma relação”. Rumba não foi localizado.

Sintetizando o histórico da traficante, o deputado estadual Márcio Gualberto escreveu em seu perfil no Twitter que “a ‘Sandra Sapatão’ é chefe do tráfico no Jacarezinho. A @PCERJ fez uma operação e matou 27 criminosos que entraram em confronto com os policiais. O PSOL está chamando o que houve de chacina. O irmão da ‘Sandra’ trabalha para a presidente da comissão de direitos humanos da ALERJ. FIM”, concluiu o parlamentar.

https://twitter.com/allanldsantos/status/1397228099855605760?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1397228099855605760%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Ftercalivre.com.br%2Firmao-da-traficante-sandra-sapatao-e-assessor-de-deputada-do-psol%2F

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.