Inquérito da PF mostra o tamanho da invasão ao sistema do TSE

jfcrz abr 2810186546df 990x592 1

O presidente Jair Bolsonaro mostrou ao vivo nesta quarta-feira (4), durante entrevista ao programa Os Pingos nos Is da Rádio JovemPan trechos do inquérito aberto pela Polícia Federal (PF) para investigar a invasão ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por um hacker em 2018.

O presidente estava acompanhado do deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), que deu detalhes acerca dos documentos conseguidos. Segundo o deputado, em novembro de 2018, um hacker comunicou ao site de notícias vinculado à tecnologia TecMundo, que havia invadido o sistema do TSE.

Rosa Weber, que era presidente do TSE na época, solicitou à PF abertura de inquérito para investigar as alegações do hacker. Segundo os relatórios em posse do deputado, o órgão eleitoral admitiu que houve uma invasão no sistema do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). Leia o Relatório da PF.

Segundo Barros, o próprio hacker disse que falhas e vulnerabilidades de aplicações desenvolvidas pelo TSE facilitaram o acesso ao sistema.

O deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) participou da edição do Boletim da Noite nesta quarta-feira (4) e trouxe maiores detalhes sobre os documentos, além de comentar os desdobramentos do caso.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.