Inacreditável! Champinha pode ser solto por decisão da Justiça!

Mais uma vez os militantes de ”Direitos Humanos” encontraram uma forma de socorrer assassinos que mereciam passar a vida inteira na cadeia. Dessa vez é com o famoso Champinha, responsável pelas mortes de Liana Friedenbach, de 16 anos, e Felipe Caffé, de 19, em Embu-Guaçu (SP), em 2003. 

De acordo com o R7, a Justiça de São Paulo aceitou um pedido feito pela Defensoria Pública do Estado para impedir a internação de adolescentes e jovens adultos diagnosticados com deficiência intelectual nas Unidades Experimentais de Saúde (UES). Roberto Aparecido Alves Cardoso, o ”Champinha”, é um dos seis detentos diagnosticados com essa deficiência.

O caso de Champinha ganhou uma repercussão ainda maior após a famosa briga entre o então deputado federal Jair Bolsonaro e a deputada petista Mária do Rosário. Naquele conflito, Jair Bolsonaro defendia a redução da maioridade penal, tema que voltou a tona com o caso de Champinha, que cometeu os crimes com 16 anos. E Mária do Rosário, como uma típica parlamentar esquerdista, era ferozmente contrária a mesmo um assassino bárbaro como Champinha ir para a cadeia comum. Além de torturar e matar o casal, Champinha abusou múltiplas vezes de Liana Friedenbach.

Ainda conforme a notícia do R7: ”A respeito dos rumores de que Champinha seria solto com a decisão, o Tribunal de Justiça de São Paulo informou que “o caso está em segredo de justiça, mas que nenhuma alteração foi feita no processo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.