Império – Cora toma tiro para salvar José Alfredo, é beijada e lamenta: “Vou morrer donzela” .

coraejosealfredoemfinaldeimperiobeijo

Em último ato de redenção, Cora salva avida de seu grande amor em Império.                                                                                     

Na reta final de Império, Cora (Marjorie Estiano) dará uma prova de amor para José  Alfredo (Alexandre Nero) tomando um tiro em seu lugar. A princípio este ato de heroína será recompensado com um beijo, mas logo sem seguida a vilã morrerá no hospital sem ter realizado o seu sonho de transar com o Comendador.                                                                

Haverá um desfile na Unidos de Santa Teresa em pleno carnaval, José Alfredo será homenageado. No último carro da alegoria estará ele ao lado de Maria Marta (LiliaCabral). Tudo estaria certo, se não fosse Cora escutar uma conversa secreta de Maurílio(Carmo Dalla Vecchia) sobre um ataque mortal ao inimigo.                                                                                     

Desesperada, a tia de Cristina (Leandra Leal) tentará falar com José Alfredo, mas não conseguirá. Não vai ter jeito, a beata terá que invadir o desfile de carnaval. Lá, a megera verá quando o ex-amante de Maria Marta está se preparando para atirar em José Alfredo.                                                                                                                                                                                          

Impulsiva, Cora invade o desfile e escala o carro alegórico. Com a ajuda de Zé, a vilã conseguirá chegar no ponto mais alto e o avisará que ele precisa fugir imediatamente.Confuso, José Alfredo só entenderá o que ela está querendo dizer ao ver um homem fantasiado surgir com uma arma apontada para ele. Maria marta estará em estado de choque com que está vendo em Império.                                                                                                                                                                                                                                                                                            A MORTE VEM                                                                                                                     

Maurílio atirará em José Alfredo, mas não o acerta porque Cora se joga na frente da bala sendo atingida em cheio. Covarde, o assassino fugirá. Enquanto Cora cai nos braços de seu verdadeiro e cobiçado amor. “Vou morrer donzela, Zé! Depois de tanto que me guardei pra ser sua. Não é justo“, lamentará a vilã chorosa.                                                                 

José Alfredo, em troca, a beijará. Este é o fim de Cora na novela que em breve serásubstituída por Um Lugar ao Sol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.