Homem que teria ligação com show de Belo chefia favela há mais de 10 anos e nunca foi preso

O traficante de pessoas Jorge Luiz Moura Barbosa, Alvarenga, 41 anos, foi uma das pessoas que participou da apresentação de Bello no Rio de Janeiro. Segundo a polícia, Alvarenga ordenou o tráfico de drogas no Parque Uniãofavela, no Complexo da Maré, mas nunca foi preso. As informações são do jornal Extra.

Ele é considerado fugitivo desde que começou a responder ao primeiro caso criminoso de tráfico de drogas em 2006. Segundo dados do Banco Nacional de Mandados de Detenção do Conselho Nacional de Justiça, existem pelo menos 11 mandados de prisão contra Alvarenga. 

O mandado de prisão mais recente foi realizado durante uma investigação envolvendo a atuação de Belo. Nos outros oito casos, Alvarenga foi responsável pelo tráfico de drogas. Um deles foi acusado de roubo (o roubo resultou em morte) e o outro foi acusado de homicídio.

Ainda segundo o Extra, com a fuga dos criminosos, todas as operações ficarão suspensas, aguardando a intimação e defesa das acusações contra ele. Além de Belo e Alvarenga, os outros dois produtores também foram alvo de mandados de prisão durante a performance do último final de semana.

 As quatro pessoas vão responder a violações de medidas de saúde, epidemias, invasões em prédios públicos e organizações criminosas. Segundo a polícia, trata-se de uma organização do narcotráfico.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.