dentro

Homem processa hotel após barata entrar em seu ouvido e deixá-lo surdo

Um norte-americano entrou com uma ação judicial contra um hotel após ter ficado surdo após ter o ouvido “invadido” por uma barata em uma das acomodações do Sands Ocean Club, em Myrtle Beach, na Carolina do Sul (EUA). O incidente aconteceu em julho do ano passado e agora chegou à esfera judicial.

Todd VanSickle entrou com um processo contra a empresa e a Ocean Annie’s Operations Inc, que opera o espaço. Ele alega que uma barata se arrastou em seu ouvido enquanto ele dormia e que teria ficado sem audição em consequência disso, segundo o tabloide britânico Daily Star.

VanSickle alega que, na ocasião, a barata acabou “causando dor extrema e perda de audição”, e ele relata ter sofrido posteriormente uma interrupção em sua rotina diária, tanto em casa quanto no trabalho.

De acordo com o jornal norte-americano Newsweek, é dito no processo que Todd sofreu “lesões dolorosas e permanentes; incorreu e continuará incorrendo em despesas médicas; sofreu e continuará a sofrer dores e desconfortos; sofreu e continuará a sofrer perda de salários e capacidade de ganho”.

O hotel é acusado de ser “negligente” em várias das acusações, o que inclui a falta de inspeção de baratas, não ter um serviço de controle de pragas e a falta de limpeza do quarto.

Barata no ouvido

Se um inseto entra no ouvido, ele pode provocar bastante desconforto, gerando sintomas como dificuldade para ouvir, intensa coceira, dor ou a sensação de que algo está se movendo e, em alguns casos, o local pode ser usado para depósito de ovos, segundo o VivaBem.

Não é recomendado coçar o ouvido e tentar remover o inseto com dedo ou cotonete, pois isso pode empurrar ainda mais o inseto e agravar os sintomas.

O correto a se fazer é procurar um profissional médico para averiguar se existe algum inseto no interior do ouvido, utilizando equipamentos como lanterna e lupa, por exemplo; inclinar a cabeça para o lado do ouvido afetado e agitar a cabeça pode ajudar o inseto a sair, a depender do tamanho.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.