Homem flagrado pela esposa estuprando filho de 15 anos no banheiro de casa é preso

d561787ea2d99e59a44f5ae46fdbeb9c

Acusado, que foi flagrado cometendo o crime na madrugada de 21 de setembro, em Vila Rica, tinha outro mandado de prisão em aberto por estupro de vulnerável contra ex-cunhada.

Homem de 42 anos, nome não divulgado, que estava foragido da Justiça desde o dia 21 de setembro, quando a esposa flagrou o acusado estuprando o próprio filho, 15 anos, no banheiro de casa, bairro Inconfidentes, em Vila Rica (1.259 km da Capital), durante a madrugada, foi localizado e preso, na última quinta-feira (07), pela Polícia Civil no distrito de Vila Mandi, município de Santana do Araguaia, Pará.

De acordo com a ocorrência, a esposa do acusado, 31 anos, que é madrasta do adolescente, relatou que na noite anterior ao flagrante teve uma discussão com o marido e, em seguida, foi dormir, deixando o enteado no sofá da sala.

Durante a madrugada, a testemunha levantou para olhar suas filhas, que dormiam em um dos quartos, foi até a sala e percebeu que o enteado não estava mais no sofá, no entanto, ouviu ‘gemidos’ saídos do banheiro. Ela bateu na porta e o menor teria respondido que estava tomando banho e que seu pai estaria no local passando mal.

A mulher forçou a porta, conseguiu abrir e flagrou o enteado sem roupa e o marido sem as vestes de baixo. Nesse momento, tirou o adolescente e perguntou se ele estava sendo abusado pelo pai. O menor confirmou ‘com detalhes’ os abusos ocorridos.

Revoltada, a esposa pegou o rodo e com o cabo de madeira começou a bater no acusado, que conseguiu fugir. Em seguida, a testemunha procurou a delegacia e denunciou o caso.

As investigações começaram no mesmo dia, quando a vítima foi submetida a exame periciais que constataram que os abusos eram recorrentes. Diante da gravidade dos fatos, o delegado de Vila Rica, José Ramon Leite, representou pela prisão preventiva do suspeito, deferida pela Justiça.

Ainda foi descoberto que o acusado já tinha um mandado de prisão decretado pela Comarca de São Félix do Xingu, no Pará, pelo crime de estupro de vulnerável contra uma criança, que na época dos fatos era sua cunhada.

Com o mandado de prisão os policiais civis de Vila Rica realizaram buscas ininterruptas e conseguiram prender o abusador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.