Homem é preso acusado de jogar ovos e fezes de animal em apoiadores de Bolsonaro

bix8dnbbb3j9k3uhj2sp871y9

Um homem foi detido neste sábado (01) após supostamente atirar objetos contra apoiadores do presidente  Jair Bolsonaro que se manifestavam nas ruas do centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Ao jornal “O Tempo”, o deputado estadual Bruno Engler (PRTB), que esteve na delegacia, afirmou que o suspeito teria atirado ovos, pedras e “ao que parece, até fezes de animal” contra os manifestantes.

Continua após a publicidade

O homem foi identificado pelo também deputado estadual Bartô (Novo), que explicou o motivo de ter levado o caso adiante.

“O primeiro é acabar com essa situação onde coage as pessoas de exercerem aquilo que elas acreditam, certo? Democraticamente, como também ajudar a dar notoriedade, como que uma pessoa, um testemunho, faz a diferença porque eu acredito que ali naquele prédio não vai ter mais isso. Eles vão entender que é sério a situação ali. Segundo pelo dever cívico que ela tem de vir aqui para não deixar pessoas fazerem isso mais”, disse ao jornal.

A defesa do suspeito afirma que a prisão foi arbitrária e política: “Falaram que havia um vídeo dizendo que o meu cliente que tinha tacado pedra, entretanto, não tem qualquer vídeo. Então, nós não sabemos até agora qual crime que ele, em tese, teria cometido, mas trata-se, nada mais, nada menos, do que uma questão política, né? Envolvendo o deputado Bruno Engler e o deputado Bartô, que estão tentando fazer ou imputar um eventual crime que não ocorreu”, o advogado Renato Pitzer ao “Tempo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.