Homem é investigado por se vacinar 10 vezes contra Cøvid no mesmo dia

Sem titulo 341

Um homem que teria tomado até dez doses de vacina contra a Cøvid-19 no mesmo dia está sendo investigado pelo Ministério da Saúde da Nova Zelândia.

O suspeito, que visitou vários postos de vacinação no mesmo dia, teria sido pago para receber as doses em nome de outras pessoas, segundo a mídia local.

A pasta não informou em qual região do país ocorreu o episódio. Astrid Koornneef, responsável pelo grupo de operações contra Cøvid-19 em território neozelandês, afirmou que as autoridades do país estão cientes do caso e levam o problema muito a sério.

“Estamos muito preocupados com esta situação e trabalhando com as agências apropriadas”, disse, em entrevista ao portal Stuff.

Em território neozelandês, não é obrigatório apresentar um documento com foto antes da vacinação. Autoridades acreditam que tornar o processo mais rígido pode criar algum tipo de barreira ao avanço da vacinação no país.

Riscos

De acordo com Koornneef, assumir a identidade de outro indivíduo e receber o imunizante em uma dose tão alta é muito perigoso. “Isso coloca em risco a pessoa que recebe a vacinação com uma identidade falsa e a pessoa cujo registro de saúde mostra que foi vacinada, mas não o foi”, alerta.

Na Nova Zelândia, foram registrados mais de 12 mil casos de Cøvid-19 e 46 mortes, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. Desde agosto, o país enfrenta surtos constantes da variante Delta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.