Homem é acusado de assassinar morador de rua para "praticar" matar a ex-mulher

4nejrr82xulwsjuvoc3ezgdvw

Promotores do estado de Washington, nos EUA , acusam um homem de ter matado um  morador de rua como “treinamento” para o assassinato de sua ex-mulher, morta poucos meses depois. As informações são do jornal NY Post .

Nathan O. Beal, de 36 anos, teria atirado na cabeça de Andrew Bull, de 30, em abril de 2020. Alguns meses depois, a ex-mulher do acusado, Mary Schaffer, de 32 anos, também foi morta da mesma maneira. “Acreditamos que o assassinato foi cometido pelo Sr. Beal como treinamento”, disse o promotor do condado de Spokane, Dale Nagy, ao tribunal na sexta-feira (7) sobre a morte do morador de rua .

O promotor disse que Beal contou a um informante na prisão que teria matado o homem porque estava “curioso” e queria ” praticar “. Ainda segundo os agentes, a investigação confirmou que a arma utilizada para matar o morador de rua foi a mesma usada no assassinato da ex-mulher de Beal, cujo corpo foi encontrado fora da casa onde ela morava. Os policiais acreditam que o acusado e a namorada compraram o revólver – que posteriormente foi encontrado no apartamento dele – alguns meses antes da morte de Bull.

Beal está preso sob a fiança de US$ 1 bilhão desde setembro do ano passado, quando foi acusado do assassinato da ex-mulher. Nesta semana, no entanto, a juíza Michelle Szambelan decidiu que não há provas suficientes de que as duas mortes estejam conectadas.

O julgamento do homem sobre o assassinato da ex-mulher está previsto para o dia 4 de outubro.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.