Homem casado gasta R$ 6 mil em casa de prostituição e chama mãe de 68 anos para pagar dívida

prostituicao1

Um corretor de imóveis de 31 anos mobilizou a Polícia Militar e a própria mãe, uma aposentada de 68 anos, após gastar quase R$ 6 mil em uma casa de prostituição e não ter como pagar a despesa. O caso foi registrado a madrugada de ontem, no Jardim Paraíso, em São José do Rio Preto, cidade a 440 km de São Paulo.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem, que é casado, passou o sábado em uma casa de programa ingerindo bebidas alcoólicas e usufruindo dos serviços sexuais de mulheres que trabalham no local. No entanto, na hora de pagar a conta, de R$ 5,7 mil, relatou não ter dinheiro.

Ainda segundo o registro policial, sem saber o que fazer, o rapaz deixou o carro que usava no estabelecimento e foi embora. Minutos depois, retornou à casa de prostituição acompanhado da mãe.

A aposentada tentou negociar o pagamento com a proprietária, mas, sem ter o valor, não houve acordo. Como garantia, a idosa sugeriu deixar o documento do veículo no estabelecimento, mas ficou com medo de ter o carro, alugado, retido e preferiu chamar a Polícia Militar.

Todos foram encaminhados para a delegacia, onde o delegado de plantão entendeu que a situação da dívida deve ser resolvida entre os envolvidos e que nenhum tipo de crime foi praticado.Um boletim de ocorrência não criminal foi registrado e todos foram liberados.

Algo errado com esse post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.