Há 7 anos, Dudu era anunciado pelo Palmeiras

inbound8691896394694278277

Há sete anos atrás, nesse mesmo dia 11 de janeiro, o Palmeiras surpreendeu a todos que acompanhavam o mercadão da bola. Especulado em Corinthians e São Paulo, Dudu foi anunciado como o mais novo reforço do Verdão para a temporada de 2015, marcada como a da reconstrução do clube. Um grande chapéu aplicado nos rivais.

Esse momento foi, sem dúvidas, muito especial não só para mim, mas para todos os torcedores. Na época, Alexandre Mattos era o diretor de futebol do Palmeiras. Todos foram pegos de surpresa completamente, já que o atacante já era dado como certo no rival. Entretanto, o camisa 7 parou no Maior Campeão do Brasil.

PUBLICIDADE

O início da passagem do nosso ídolo não começou bem. No paulistão, o atacante agrediu o árbitro Guilherme Ceretta de Lima, contra o Santos. O atleta acabou sendo punido posteriormente por conta desse fato. Porém, conforme o tempo passou, o jogador se firmou e a história começou a ser feita.

O título da Copa do Brasil foi o início do caminho de glórias do “Baixola”. Aqueles dois gols feitos na final contra o mesmo Santos foram uma redenção pelo erro cometido no estadual. Como Dudu foi importante naquele título. Não tivemos somente o atacante como protagonista, claro. Mas ele foi muito fundamental.

Ao todo, o grande ídolo da torcida palmeirense já soma 333 jogos e 74 gols anotados com a camisa do Palmeiras. Além da Copa do Brasil de 2015, o jogador ganhou o Brasileirão de 2016 e 2018, além das duas Libertadores. Para quem não lembra, o atacante atuou na fase de grupos da competição continental antes de deixar o clube rumo ao Catar.

Como dados importantes, vale citar que Dudu é o jogador do elenco com mais jogos (333), mais vitórias (189), gols (74) e assistências (81). Além disso, é o artilheiro do século do clube. Integra o top 30 de atletas com mais jogos e gols na história do Maior Campeão do Brasil.

Enfim, são vários dados que comprovam o quão ídolo e gigante Dudu é. Um jogador que sempre honrou a camisa dentro de campo, com muita garra e dedicação. Alguns o chamam de “pipoqueiro”, contudo, a história e os números provam totalmente o contrário. Obrigado, Dudu, por tudo que você já fez. Que você possa atuar por mais anos e ganhar mais títulos no Palmeiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.