Gilmar amplia suspeição de Moro em mais processos contra Lula

Gilmar Mendes ataca Moro e prepara terreno para soltar Lula

Ministro declara suspeição de Moro em mais dois processos que envolvem Lula.

O ministro do STF, Gilmar Mendes, estendeu os efeitos da declaração de suspeição do ex-juiz Sergio Moro a outros dois processos da operação “Lava Jato”.

Ambos os processos envolvem o ex-presidente Lula da Silva (PT).

O primeiro é o do sítio de Atibaia. Já o segundo é a doação do terreno para sediar o Instituto Lula.

A decisão foi tomada um dia após o plenário do STF confirmar a parcialidade de Moro na ação penal envolvendo o tríplex do Guarujá, no litoral de São Paulo.

O processo em questão levou o petista à prisão por 580 dias e o deixou de fora das eleições de 2018.

Na decisão tomada por Gilmar, nesta quinta-feira (24), o magistrado observou que os fundamentos que levaram o STF a concluir pela suspeição de Moro no caso do tríplex são compartilhados nas demais ações penais.

Em sua decisão, Gilmar Mendes escreveu:

“Nos três processos, houve a persecução penal do paciente em cenário permeado pelas marcantes atuações parciais e ilegítimas do ex-juiz Sergio Fernando Moro.”

E acrescentou:

“Em todos os casos, a defesa arguiu a suspeição em momento oportuno e a reiterou em todas as instâncias judiciais pertinentes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.