Garota de programa é presa por fingir gravidez para extorquir dinheiro: 'perdi 50 mil' disse homem

images 3 1

Um dos homens lesados pela suspeita teve um prejuízo de mais de R$ 50 mil, afirmou a Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu, nessa terça-feira (19), uma garota de programa de 22 anos suspeita de forjar uma gravidez para extorquir dinheiro de homens com os quais se envolvia em Esteio, Região Metropolitana de Porto Alegre no Rio Grande do Sul. Segundo a investigação, ao menos quatro pessoas foram lesadas pela investigada. A última chegou a perder mais de R$ 50 mil em dois anos de extorsão. 

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube, acesse aqui

Conforme a polícia, o homem teria se envolvido com a suspeita em 2019. Após alguns meses de relacionamento, a mulher teria dito que estava grávida e exigiu do homem dinheiro para bancar as despesas com a gestação. A suspeita também teria pedido para a vítima uma espécie de indenização mensal para a suposta dona do estabelecimento onde ela trabalhava. A justificativa foi que, devido à gravidez, a proprietária do local não teria mais lucro com os serviços dela.

A investigação aponta que uma série de extorsões vieram na sequência. Cerca de quatro meses após, a mulher alegou que teria feito um aborto e pediu mais dinheiro para custear o tratamento médico e psicológico. De acordo com a apuração, o homem fez empréstimos e pediu uma quantia emprestada a familares para repassar à investigada. 

A vítima também disse para a polícia que acabou ficando sem dinheiro e que, recentemente, a mulher ainda teria pedido um celular novo. A investigação afirma que todo o dinheiro dado para a suspeita foi usado por ela para comprar roupas, sapatos, celulares, realizar procedimentos estéticos e manter uma vida confortável. A polícia também garante que a mulher nunca esteve grávida. A identidade dela não foi divulgada pelas autoridades. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.