Filho 04 de Bolsonaro faz dancinhas, sensualiza e dá tiros

download 2

Jair Renan atrai fãs e haters no TikTok, onde fez trend com participação do presidente

Um dos 4 filhos homens de Jair Bolsonaro, o gamer e agora influencer Jair Renan pegou gosto pelo TikTok. Em menos de 1 mês na plataforma chinesa (será que os bolsonaristas aprovam a origem?), ele já produziu 30 vídeos. Conseguiu quase 400 mil seguidores e impressionantes 53 milhões de visualizações.

O herdeiro do presidente entrou na onda das trends de dancinhas. Em seu vídeo mais visto, com cerca de 6 milhões de acessos, ele requebra ao dublar ‘Não, Não Vou’, hit de sofrência de Mari Fernandez. Outro post tem Jair Renan dançando com sua mãe, Ana Cristina, o funk com letra erotizada ‘Senta com Amor’, de MC Kevinho e Zé Felipe.

Até o próprio Bolsonaro aparece no perfil do filho. O presidente gravou participação numa trend sobre visual retrô. Ele surge e, num corte de imagem, ‘rejuvenesce’ na figura de Jair Renan. Há também vídeos com o rapaz fazendo coreografias sensuais ao lado de belas moças de biquíni, exibindo seu interesse por ternos e praticando tiro com pistolas e fuzis.

Em postagem recente, o tiktoker do clã presidencial desdenhou a ‘inimiga’ Globo. “Sou mais A Fazenda”, registrou, ao comparar com o ‘Big Brother Brasil’. Sobrou deboche até para o País mais atacado pelo bolsonarismo. “Nunca vi uma coisa da China durar tanto tempo”, escreveu Jair Renan, em ironia sobre o sucesso crescente do TikTok.

A presença dele na plataforma mais popular do momento gera críticas de parte dos usuários, obviamente. Não faltam comentários com provocações relacionadas com a política. Alguns exemplos: “Você vai votar no Lula em 2022?”, “Trolla seu pai dizendo que ele sofreu impeachment”, “Fala pro seu pai sair da Presidência e virar tiktoker”, “O único defeito que tem é ser filho do Bolsonaro”.

O filho 04 postou um vídeo em resposta. “O tempo que você utiliza falando mal de mim, gaste construindo a sua felicidade”, legendou. Muitos apoiadores do presidente defendem Jair Renan com ataques ao PT e à esquerda em geral. Enquanto isso, Bolsonaro e seus 3 filhos políticos – o senador Flávio, o deputado federal Eduardo e o vereador Carlos – continuam a usar o Twitter como principal rede social para fazer comunicados, instigar oponentes e polemizar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.