Fazendeiro réu por ajudar Lázaro em fuga deixa prisão por problemas de saúde

elmi caetano

Segundo a defesa, idoso está com a saúde debilitada. Lázaro era procurado pelo assassinato de uma família e morreu em confronto com a polícia.

O fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, de 73 anos, acusado de ajudar Lázaro Barbosa durante a fuga, foi solto do presídio de Águas Lindas de Goiás na sexta-feira (16). Ele responde por favorecimento pessoal e posse de armas. Segundo a defesa, o réu está com a saúde debilitada. Lázaro era procurado pelo assassinato de uma família em Ceilândia e morreu em uma troca de tiros com a polícia após 20 dias foragido.

Como condição para que ele tivesse a prisão revogada, foi determinado que ele use tornozeleira eletrônica e cumpra algumas medidas determinadas pela Justiça, como não deixar a cidade e não sair de casa durante a noite.

O fazendeiro foi preso no dia 24 de junho. Um caseiro que trabalhava para ele disse à polícia que o patrão estava ajudando Lázaro, dando abrigo e comida. O funcionário chegou a ser preso, mas o processo contra ele foi arquivado.

Quando o idoso foi preso, a polícia apreendeu duas armas, mas um laudo apontou que elas não funcionavam. A defesa tenta retirar a acusação pela posse armas, já que elas não disparavam.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.