dentro

Falou demais? Cicinho voltaa provocar o Palmeiras, veja

Comentarista do SBT, Cicinho não perdeu a chance de provocar o Palmeiras. Convidado do “Flow Sport Club”, o ex-São Paulo afirmou que o time de Abel Ferreira irá “passear de novo” no Mundial de Clubes caso conquiste a Copa Libertadores.

PUBLICIDADE

Campeão mundial pelo São Paulo em 2005, Cicinho aproveitou os recentes insucessos do Alviverde na competição de clubes da Fifa e afirmou que nem as contratações de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar garantiriam o título ao time de Palestra Itália – que disputou a última edição do Mundial e foi superado pelo Chelsea na final.

“O Palmeiras, se for, vai passear de novo. Já foi três vezes lá dar tchauzinho e voltar. Não tem time para ganhar. A não ser que a Tia Leila (Leila Pereira, presidente do Palmeiras) traga o Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo para jogar o Mundial. Aí pode ser que ganhe. Mas mesmo assim…”, brincou Cicinho.

“O Palmeiras pode ser tetra da Libertadores, mas a questão é o Mundial. Aí não tem! E ‘nóis’ se abraça nisso! Libertadores pode ganhar 50! E na hora que ganhar um Mundial, a gente fala que ainda não ganhou três! A torcida do Palmeiras me ama”, completou o ex-jogador.

Provocações à parte, o comentarista admitiu que apostou no Flamengo de 2019 contra o Liverpool, mas que atualmente é difícil acreditar que um sul-americano voltará ao topo do mundo. O último a conseguir tal feito foi o Corinthians, em 2012.

“Um time que eu achei que ganharia foi o Flamengo porque tinha muitos jogadores europeus, com essa bagagem europeia. Hoje não vejo um time assim. (…) Eu acho difícil um time sul-americano ganhar o Mundial, até pelas condições que chega. As equipes europeias (chegam) bem mais preparadas, em meio temporada. Os brasileiros já chegam bem cansados”, opinou o ex-jogador, que citou a conquista pelo São Paulo, em 2005:

“Em 2005, o Rogério Ceni reuniu a galera e disse que o não a gente já tinha, ninguém estava acreditando em nós. Era para entrar e cada um dar o melhor. Conseguimos um gol e conseguimos nos defender bem. E contamos com uma noite brilhante da arbitragem que não precisou nem de VAR para dar impedimentos milimétricos”, complementou.

O campeão desta edição da Copa Libertadores — que está nas oitavas de final — poderá enfrentar o Real Madrid, atual campeão da Liga dos Campeões, na final do Mundial de Clubes.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Um comentário