dentro

Expulsa do PT, atriz pornô "Tigresa Vip" diz que foi vítima de machismo e vai revelar quem a boicotou

A atriz de filmes adultos Esther Perralto, conhecida como “Tigresa VIP”, utilizou seu perfil nas redes sociais, neste sábado (23), para afirmar que sofreu preconceito ao ter sua filiação no Partido dos Trabalhadores (PT) barrada pela executiva nacional.

Na semana passada, após sua filiação ter sido anunciada pelas lideranças do partido em Mato Grosso, ela havia se lançado como pré-candidatura à Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Entretanto, a filiação foi anulada por 9 votos a favor, na sexta-feira (22). Por meio de uma postagem no Facebook, a estrela pornô disse que vai relevar na próxima segunda-feira (25) quem articulou sua “expulsão” do PT.

“Pretos, pobres e profissionais do sᕮxo sofrem preconceito só por serem o que são! Também existe o machismo. Segunda-feira irei falar sobre a minha expulsão do Partido dos Trabalhadores”, escreveu Tigresa em postagem.

A jovem, que veio de Alta Floresta (789 km de Cuiabá), ganhou o mundo erótico com diversos vídeos publicados na internet, em 2015, quando ainda era uma adolescente de 17 anos.Com a filiação anulada, ela não pode mais disputar pelo PT.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.