Ex que matou jovem a tiros após sair de festa de carnaval é estudante de Medicina e fugiu para o Paraguai

Autor do crime é procurado pela polícia; jovem assassinada tinha um filho com ele.

Diego de Souza Mendonça, 26 anos, é procurado como suspeito de matar a ex-namorada, Mayara Almodin Aran Florenciano, 29, na madrugada deste domingo (11), na Rua Retirada da Laguna, no Bairro São Miguel, em Nioaque. Ela foi assassinada a tiros.

Diego é estudante de Medicina em uma universidade de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã. A suspeita é que ele fugiu para o Paraguai após cometer o crime, fazendo um percurso de 230 km – que é a distância entre as cidades.

Mayara e Diego tinham um filho pequeno.

Segundo a Polícia Civil, a jovem estava em uma festa de Carnaval, quando pegou carona para ir embora com um casal de amigos. Chegando em casa, antes de descer do carro, um outro veículo encostou atrás do automóvel, onde a vítima estava. Ela ainda comentou que era o seu ex.

O suspeito então desceu do carro, foi até onde a vítima estava, abriu a porta do passageiro e disparou contra ela várias vezes. Ela foi atingida por três tiros e socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

A perícia foi acionada e encontrou um projétil dentro do veículo. Há relatos de que o suspeito já havia feito ameaças contra a ex-namorada.