"Eu vou morrer, mas vou levar vocês", teria dito Lázaro aos policiais

WhatsApp Image 2021 06 28 at 102 1

Foragido desde o último dia 9 de junho, após uma chacina no Incra 9 (Ceilândia), Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, foi morto após troca de tiros com policiais nesta segunda-feira (28). Segundo policiais que participaram da caçada, Lázaro teria dito: “Eu vou morrer, mas vou levar vocês”.

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, revelou que Lázaro descarregou uma pistola .380 contra os policiais e que, por isso, os agentes reagiram. O vídeo abaixo mostra o momento em que o fugitivo, baleado, é transportado de uma viatura para uma ambulância. Em seguida, ele foi levado ao Hospital Municipal Bom Jesus, mas já chegou sem vida.

Lázaro foi morto na região de Itamaracá, em Águas Lindas-GO. No fim de semana, o criminoso foi visto próximo à casa da ex-sogra (que estaria o ajudando e vai depor à polícia). Policiais encontraram o fugitivo nesta manhã, e iniciou-se uma troca de tiros. O fugitivo foi atingido e levado ao hospital Bom Jesus, onde acabou não resistindo.

Nos bolsos dele, segundo o secretário, foi encontrado cerca de R$ 4,5 mil em espécie. Este fator, para o secretário, indica que o criminoso planejava fugir para outro estado “ou até para outro país”.

Miranda explicou que outros “sete a oito crimes” estão apurados, e que Lázaro pode tê-los cometido com a ajuda de comparsas. Estes crimes teriam ocorrido na região entre Cocalzinho e Águas Lindas (GO) e também no Estado da Bahia. A Polícia Civil (PCGO) vai investigar os casos. “Ainda temos outras pessoas para investigar e prender”, disse o secretário.

Algo errado com esse post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.