dentro

Estudantes denunciam professor por importunação sᕮxual em escola

A polícia investiga um professor suspeito de importunação sᕮxual contra alunos pelo menos 17 estudantes, de 14 a 16 anos, de uma escola no Rio de Janeiro. Na tarde da última 3ª feira (12.abr), várias alunas fizeram protestos, contra os assédios, na porta do colégio. 

Um estudante conta que o professor Marcelo Faleiro, de 43 anos, batia e agarrava a bunda dos meninos. “E com as meninas era também a mesma coisa, mas também botava a mão no peito. Às vezes, alisava as pernas delas até chegar perto da virilha”, relata. 

Uma adolescente foi a primeira a procurar a direção do colégio e, junto da família, registrou o caso na polícia que abriu uma investigação. “Ele me cercou no corredor da escola e falou que a gente formaria um casal muito bonito e ficou mordendo os lábios […] ele veio, debruçou em cima da minha mesa e passou a mão no meu peito”, conta a jovem. 

No início desta semana, alunos gravaram um vídeo em que o professor aparece discutindo com um estudante dentro da sala de aula.  VEJA:

A Secretaria Estadual de Educação decidiu suspender preventivamente o professor das funções e abriu uma sindicância para apurar os casos. Na tarde desta 4ª feira (13.abr), o Conselho Tutelar também veio até a escola e ouviu os depoimentos dos estudantes. Agentes da Delegacia de Atendimento à Mulher também estiveram no local. 

O SBT tentou contato com Marcelo Caleiro, mas ele não foi localizado. 

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.