dentro

Estudante é presa por atear fogo em colega dentro de escola após sofrer bullying

Goiânia – Uma estudante de 19 anos foi presa na quinta-feira (31/3) suspeita de atear fogo ao corpo de uma colega dentro de uma escola na capital goiana. De acordo com a Polícia Militar (PM), a suspeita disse que praticou o crime depois de sofrer bullying por conta de seu bronzeado.

O Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), para onde ela foi levada pelo Corpo de Bombeiros, informou que o estado de saúde da aluna é grave e que ela respira com ajuda de aparelhos na unidade de terapia intensiva (UTI).

O Corpo de Bombeiros informou que a vítima teve queimaduras de 1º e 2º graus em cerca de 70% do corpo.

A agressora disse à PM que, no dia anterior ao crime, a vítima tinha feito comentários pejorativos sobre o seu bronzeamento e, por isso, levou álcool, facas e isqueiro para a escola.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.