dentro

Endividado, ex-goleiro e comentarista esportivo da Band é obrigado a entregar seu apartamento a oficial de justiça

Um oficial de Justiça foi a um apartamento do ex-goleiro Ronaldo e, com a ajuda de um chaveiro, entrou no local para entregá-lo a um homem que arrematou o imóvel em leilão. A venda ocorreu por dívidas de R$ 169 mil do hoje comentarista da Bandeirantes. As informações são do jornalista Diego Garcia, em sua coluna no portal UOL.

O imóvel foi entregue ao arrematante no dia 21 de fevereiro. Inclusive, foram deixados alguns móveis para trás, como um barzinho de madeira, vasos de plantas com várias espécies e tamanhos, um fogão 4 bocas, um espelho de parede e outros.

Segundo o condomínio, Ronaldo deixou de pagar dez anos de parcelas do imóvel, o que resultaria em uma dívida de R$ 169 mil, em valores de maio de 2019. O apartamento foi comprado pelo ex-goleiro em 1991, quando ainda defendia o Corinthians. No leilão, ele foi adquirido por R$ 613 mil pelo novo dono.

Dois dias depois de o imóvel ser tomado pela Justiça, Ronaldo alegou no processo, por meio de sua advogada, que iria ficar “sem teto” – informação desmentida por outro representante do ex-goleiro à coluna.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.