Encerramento de CPI não terá parte do espetáculo previsto pelo G7

cpi 990x557 1

Após ter seu nome divulgado como convidada para o encerramento da CPI da Cøvid-19, a mãe do ator e comediante Paulo Gustavo, Déa Lúcia Amaral, disse que não irá participar “de jeito nenhum”, afirmou também que bater palma para o senador Renan Calheiros só se fosse muito louca.

Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a mãe do comediante, que faleceu em maio deste ano, destacou, ainda, que a a comissão “virou uma CPI política, comandada por Renan Calheiros e Omar Aziz.”

Embora tenha deixado claro que não gosta do presidente Jair Bolsonaro e que possivelmente apoie uma terceira via, a mãe do ator afirmou que membros da CPI já estão em ano eleitoral e disse que não iria se prestar a isso. “Você acha que é séria e que vai dar em alguma coisa?”, questionou a mãe do ator.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.