dentro

Eliúde desafia Deus e sela destino cruel no 'fogo eterno'

Eliúde (Igor Cotrim) terá um destino trágico em Reis. Distante de Deus (Flávio Galvão) desde que os israelitas perderam a Arca da Aliança para os filisteus, o hebreu desafiará o ser celestial e pagará com a própria vida. O artefato voltará para as mãos dos verdadeiros donos, e o camponês ousará olhar dentro do baú que guarda itens sagrados. Ele morrerá na novela bíblica da Record. 

Como visto no capítulo de terça (12), Guedór (Anselmo Vasconcellos) decidiu recuar e devolver a arca para os israelitas. Desde que o artefato chegou nas terras da Filisteia, os soldados da região foram acometidos por uma doença misteriosa que faz tumores crescerem por todo o corpo e causa dores.

O objeto foi colocado em uma carroça e chegou até a cidade de Bete-Semes com o auxílio de vacas que o puxaram até lá. Além disso, os filisteus fizeram uma oferta ao Deus dos hebreus para que a praga pudesse acabar por lá.

Nesta quarta (13), Eliúde passará dos limites e peitará o ser celestial por teimosia. O camponês já se “desgarrou do bando” desde que descobriu que os filhos de Eli (José Rubens Chachá) roubavam as ofertas destinadas para Deus e as usavam para consumo próprio.

O homem também ficou desgostoso após seu filho Zife (Léo Belmonte) ter morrido durante uma batalha.É neste contexto que o personagem estará quando decidir descumprir a norma de nunca olhar dentro da Arca da Aliança. O baú guarda as tábuas dos Dez Mandamentos e outros objetos sagrados.

Curioso, o personagem vivido por Igor Cotrim vai encarar os objetos divinos junto com outros hebreus e cairá morto. Josué (Guilherme Duarte) também o fará e terá o mesmo destino cruel.

Escrita por Raphaela Castro, Reis estreou na Record com a primeira leva de capítulos, A Decepção. A segunda fase, A Rejeição, ainda não tem previsão para entrar no ar, e o título da terceira etapa do folhetim não foi divulgado.

O que você acha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.